O amor é uma decisão. Nós não podemos controlar quem encontramos em nossa jornada. Mas quem deixamos ficar, quem deixamos ir embora e quem você se recusa a deixar ir, será sempre com você. Lembre-se sempre de que a felicidade é uma escolha.

Desconhecido.  (via autorias)

Não tenho porquê escrever, mas estou escrevendo. Talvez exista motivo, mas não seja agradável contar. Eu descobri que escrevo por nada, sem motivo, sem justificativa, sem permissão, sem culpa. sem dinheiro, sem estimulo, sem vontade, sem necessidade, sem precisão… quantos motivos eu ainda poderia dar? Não sei, acho que escrever já é motivo suficiente.

Otávio L. Azevedo  (via promessasvazias)

Desabafamos com palavras, enquanto o nosso interior desaba.

Deebyean Carl  (via orquestrei)

Eu até tento ficar bem contigo, mas não da. Você sempre tem o dom de estragar tudo.

Ele é totalmente o Oposto de mim.    (via promessasvazias)

Eu me entrego. Quem vive comigo sabe. Quem convive comigo sente. Eu amo poucos. Mas esses poucos, pode apostar, amo muito.

Clarissa Corrêa. (via orquestrei)

Sentado num bar próximo a casa de Anne Frank. (Prinsengracht 263-267, 1016 GV Amsterdã, Holanda) Começam a tocar o Blues da Piedade. “Agora eu vou cantar pros miseráveis, que vagam pelo mundo derrotados…” Maldito Cazuza, lembrei das palavras que ela me disse pouco antes de partir. “Querido, sorte tem quem morre cedo. Encontra a tão sonhada paz deixando a agonia para trás, alcança a grandeza de espírito e não é mais obrigado a aturar esse mundo tão lotado de vazios. Coragem querido.” Dito isso, ela morreu em meus braços. Onde foi parar a piedade? Peço uma dose de whisky pra cada lágrima de saudade.

Amsterdã, 1957.  (via orquestrei)

é
necessário
muito
desespero
descontentamento
e desilusão
para
escrever
sobre
alguns
bons
poemas.

Charles Bukowski.  (via capitule)

E me dói ter que aceitar que você espera anos pra conhecer a pessoa certa,e em segundos ela pode ir embora.

Fernanda Gama. (via infragilizada)

Porque apesar da sua cara de bravo, você é tão fácil, tão leve, tão solto, tão tudo que eu sempre quis.

Gabito Nunes.   (via falsa-impressao)

E me pego sorrindo, sozinha. E me pego nem aí para todo o resto.

Tati Bernardi.   (via promessasvazias)